Tocando agora:

...

...

Viajar durante a pandemia é seguro? Confira algumas dicas

15 de setembro de 2020

Se, mesmo com a pandemia, você precisa viajar para fora do Brasil ou até mesmo sair de seu Estado, lembre-se que o novo coronavírus não é o único risco.

Quem precisa viajar neste momento deve saber o que esperar dessa situação. Os cuidados com seu corpo e sua mente variam conforme seu destino e algumas práticas e informações podem ajudar nesse momento, evitando problemas. Veja abaixo algumas delas, incluindo recomendações do Ministério da Saúde:

1- A chance de contágio é maior em uma viagem de avião?
Tudo depende do referencial. É claro que, se a pessoa está em total isolamento social e sai de casa apenas para viajar, as suas chances de contágio aumentam nesse cenário. Por outro lado, a chance de contágio em uma viagem curta de avião pode ser menor do que em uma viagem longa de ônibus, por exemplo.

2- Planeje-se
Organizar sua viagem pode lhe poupar muito estresse. Além disso, será possível prever eventuais dificuldades que possam aparecer. Lembre-se: a ideia é aproveitar ao máximo e não se desgastar além do inevitável, mesmo que sua viagem seja a negócios ou por motivo de força maior.

3- Procure um médico
De quatro a oito semanas antes de viajar, agende uma consulta e solicite ao profissional de saúde orientações para prevenir doenças e lesões. Faça exames e tome as vacinas necessárias.

4- Hidrate-se
Não importa para onde você vai: a hidratação sempre será sua grande aliada. Tome líquidos de forma constante –mas verifique sua procedência.

5- Use roupas apropriadas
Elas devem ser confortáveis e os calçados, preferencialmente fechados. Isso dará segurança e proteção contra torções, picadas de insetos e ataques de animais peçonhentos. Ao sol, evite a exposição direta entre 10h e 16h. Use chapéu ou boné, além de óculos escuros.

6- Olha a covid-19 aí!
Lave as mãos com água e sabão diversas vezes ao dia, principalmente antes de comer e beber e depois de usar o transporte público ou lugares com grande concentração de pessoas. Álcool em gel também é indispensável na mochila.

7- Seja cuidadoso na alimentação
Consumir alimentos e bebidas saudáveis pode evitar transtornos estomacais e intestinais. Também se atente à higiene do comércio local. Procure evitar alimentos crus ou mal cozidos, principalmente frutos do mar. Comida embalada deve conter no rótulo a identificação do produtor e a data de validade. A preferência é por alimentos que não precisem de geladeira e não estraguem com o calor.

8- Transporte-se com segurança
Em qualquer lugar, não se esqueça do cinto de segurança (que deve ser usado pelo motorista e por todos os passageiros), de capacete (no caso de motocicletas ou de outros veículos que pedem o equipamento) e da cadeirinha infantil (se houver crianças a bordo, é claro). Tome, também, prevenções contra o contágio ao viajar com acompanhante.

9- Deixe o celular de lado
Não se esqueça de relaxar sua mente. É melhor que algumas lembranças fiquem registradas na memória, e não no celular. Às vezes ficamos tão preocupados registrando e publicando nossos passeios nas redes sociais que acabamos não aproveitando o momento.

10- Depois da viagem, é recomendável fazer quarentena?
Sim. Ao chegar ao destino, o melhor é cumprir o período de quarentena meio “separado” das outras pessoas (de preferência com um quarto e um banheiro próprios), mantendo o máximo de afastamento possível, especialmente de pessoas do grupo de risco. Outra possibilidade é fazer o teste para detectar se você se contaminou ou não na viagem, e ficar em quarentena restrita só enquanto aguarda o resultado.