Tocando agora:

...

...

The Clash: exposição que lembra os 40 anos de ‘London Calling’ vai até abril de 2020

18 de dezembro de 2019

Londres chamando! E aí? Vai responder? Olha que vale a pena. Afinal, não é  todo dia que a capital mundial da música tem uma exposição como a que está lá agorinha mesmo para marcar os 40 anos do histórico álbum London Calling, do The Clash.

Se a cidade do Big Ben estiver no seu roteiro de viagem de fim de ano, não perca essa chance. Dê um pulinho no Museu de Londres para ver de perto essa coleção de peças de um tesouro incalculável da história do punk.

São mais de 100 itens pessoais do arquivo da banda. Sem spoiler, aqui vão alguns, só para dar água na boca: tem as baquetas da bateria de Topper Headon, um bloco de notas e a máquina de escrever de Joe Strummer, e até a guitarra Fender que o baixista Paul Simonon destruiu em 1979, numa cena que acabou virando capa do terceiro álbum do Clash.

 A exposição tem entrada franca. Se não der para ir agora, tudo bem. Tem tempo. A mostra tem previsão de ficar no Museu de Londres até 19 de abril de 2020. Então? É Londres chamando. Embarque nessa!