Tocando agora:

...

...

Incêndio de 2008 queimou milhares de fitas originais do Nirvana, REM, entre outros

12 de junho de 2019

Segundo uma matéria investigativa no jornal The New York Times, o famoso incêndio nos estúdios da Universal, em junho de 2008, que durou 24 horas e destruiu parte do parque e centenas de arquivos de TV, foi ainda mais trágico culturalmente e ninguém fazia ideia disso.

A matéria informa que cerca de 500 mil gravações, incluindo fitas masters e inéditas, podem ter se perdido no acidente. Vale lembrar que é a fita master que dá origem ao disco, seja físico ou digital. Entre os músicos que perderam cópias de seu material estão Nirvana, R.E.M, Ray Charles, Elton John, Eric Clapton, The Police, Sting, Aerosmith, The Carpenters, Guns N’ Roses, Tupac, entre muitos outros.

Assim que a notícia se espalhou, alguns artistas comentaram a matéria. Krist Novoselic, que foi baixista do Nirvana, acredita que “Nevermind“, álbum icônico do grupo, pode ter se perdido para sempre. O twitter oficial do R.E.M disse: “Estamos tentando obter boas informações para descobrir o que aconteceu e o efeito que causou na nossa música, se houver. Daremos mais detalhes futuramente, quando e se tivermos

O incêndio destruiu também alguns materiais inéditos, como fitas de Aretha Franklin – cantando ainda adolescente no coral da igreja- e todo o acervo de Buddy Holly.

A Universal informou que há muitos erros e contradições na matéria do jornal e que o acidente jamais afetou a disponibilidade de músicas lançadas. A nota disse ainda que “o incidente – embora profundamente infeliz – nunca afetou a comercialização das músicas lançadas e nem a remuneração dos artistas.”

Por: Rádio Cidade

Veja também:
Californication completa 20 anos e ganha edição especial
Em show solo, Liam Gallagher toca clássicos dos Oasis
Documentário de Scorsese sobre Bob Dylan chega ao Netflix dia 12 de junho