Tocando agora:

...

...

Conheça o primeiro disco feito a partir de plástico retirado dos oceanos

18 de novembro de 2019

Já é possível criar discos de vinil a partir de materiais plásticos encontrados nos oceanos. Duvida? O cantor inglês Nick Mulvey, de 35 anos, se reuniu com um time de empresários, da cervejaria Sharp’s Brewery, da desenvolvedora Tangible Formants, e com o artista Keynvor — cujo nome significa “oceano” em córnico, idioma falado na Cornualha, no sul da Inglaterra — para criar o primeiro exemplar do LP 100% sustentável no mundo.

O vinil do single “In the Anthropocene”, de 10mm, foi feito com plásticos descartados no mar da Cornualha. As vendas do single, tanto na versão física, quanto digital, terão lucro revertido para a organização não-governamental Surfers Against Sewage, que trabalha para salvar a costa britânica da poluição. Legal, né?

Veja também:
Com entrada gratuita, não perca o Caxias Music Festival 2019
Recuperado, Ozzy Osbourne lança “Under the Graveyard”; ouça
Skank anuncia fim das atividades e turnê de despedida

Em um comunicado à imprensa local, Nick Mulvey falou de sua conexão com a natureza e o meio ambiente. “Sempre amei estar na natureza da costa da Cornualha e algo dentro de mim é profundamente alimentado quando estou lá”, disse ele, apontando para o caráter consciente da letra. “Estamos vivendo tempos de cria global. Precisamos repensar o mundo e a nós mesmos urgentemente.”

Por isso, cada vez mais artistas estão engajados nas pautas ambientais e sustentáveis. Alguns, como Paul McCartney, se preocupam com o sofrimento dos animais não-humanos, pedindo o fim dos testes nestes bichos, assim como o encerramento do consumo massivo dos mesmos. Outra galera, como a cantora Kate Nash, está mais preocupada em falar sobre o lixo que produzimos. Ela até compôs uma música sobre isso, “Trash”.

Fonte: Reverb