cover art
  • TOCANDO AGORA
Radio Cidade
Radio Cidade

Post

Compartilhe este Post

Tommy, lendário álbum do The Who, completa meio século de lançamento em maio

Meio século! Dá para acreditar?  Pois é. No dia 23 de maio próximo, o histórico álbum Tommy, do The Who, faz 50 anos de lançamento. Não surpreende que ainda hoje desperte o interesse das novas gerações. Afinal, a ópera rock embalada pela banda inglesa em um LP duplo naquele longínquo ano de 1969 é um dos capítulos mais brilhantes do livro de ouro da história da música.

Não é à toa que inspirou musicais no teatro e no cinema. No Rio de Janeiro, por exemplo, os amantes da arte vão ter a oportunidade única de assistir ao espetáculo ‘The Who’s Tommy – Ópera  Rock Live’, no Vivo Rio, dia 22 de março, com promoção da Rádio Cidade. Diversão garantida.

Tommy foi o quarto álbum de estúdio do The Who. A ópera, composta basicamente pelo guitarrista Pete Townshend, é uma espécie de biografia fictícia do personagem Tommy Walker.

Resumindo um pouco a história, o que acontece é o seguinte: o pai de Tommy, conhecido como Capitão Walker, é dado como perdido em uma batalha na Primeira Guerra Mundial. Só que, depois de algum tempo, volta para casa inesperadamente e encontra a mulher com outro homem. Capitão Walker acaba morto pelo amante da esposa.

Tommy, então com sete anos de idade, presencia tudo através de um espelho. Descoberto, é forçado a acreditar que nada viu, nada ouviu e que nada irá falar a ninguém. Tommy, consequentemente, se torna surdo, cego e mudo.

Durante o resto da infância, passa a sofrer abusos de vários familiares e interpreta as sensações físicas como música. Adulto, ele encontra uma máquina de pinball. Logo torna-se mestre no jogo, arrastando um séquito de fãs.

 Tommy finalmente é curado quando um médico o põe na frente de um espelho. A mãe, melindrada ao perceber que ele enxerga o próprio reflexo, estilhaça o espelho.

Mais tarde, Tommy se torna uma espécie de  Messias e tenta levar os seguidores à ‘luz’, como aconteceu com ele mesmo. Mas a exploração por parte dos parentes provoca uma revolta contra ele.

O fim da história sugere que Tommy voltou a se fechar ao mundo, depois da rebelião, e a viver novamente de fantasias.

Não chegou a ser um ‘spoiler’, chegou?  Então? Ouça o álbum cinquentenário e não perca ‘The Who’s Tommy – Ópera  Rock Live’.

Por Antonio Couto Ribeiro